Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

terça-feira, 17 de agosto de 2010

mea culpa


O que amalgama esta lúgubre bílis
ex-corrida mente tesa e afoita
amargo corte retro-perfilado
pré-ocupado, amargo destilado
daquele lado esquivo e pardo
de todo olhar que brilhe em íris
responde e, do prelo, esconde
prende e ascende descabido
libido pende, escura caserna
como laço de perna, aderna
nada inibido, fato traiçoeiro
reteso em ubre embutido...

a forca que afoga e abafa a toga
a força que atola e acaba em voga
céu de cadências indecentes
fátuo fogo que arde inclemente
expele o rubro ácido sêmen
dos que nada tem e temem
ressurge docemente em cadeia
no epitélio nacarado dos homens
nada humanos, desumanos
mundanos...

argamassa vil de sombras delineadas
águas rasas de escombros perfilados
o que devora, vomita antes da hora
o que estupra, regurgita e cospe fora
oh ! expiação dilacerante que atordoa...
singra em sangue pisado,todo escarro
escravo de mim mesmo, jaz ao barro
sente o repulsar desta vida à toa...
o que me matará, agora adoça
o que vinga, mesmo que ventania
de qualquer timo amargo, e alegoria
de outrem, retirante talvez possa...

o que este ventre encharcado lambe
é o veneno que fará que certo tombe...
oh! concupiscência vicejante e podre
desprenda-te do meu pouco inda nobre
que lateja, mesmo que no parco átrio,
e de teus segredos infames, zombe...

10 comentários:

Felipe Marques disse...

ILUSTRE JOZUCA,

DO FUNDO DO MEU ASCO, O DEGREDO DO SEU POEMA QUEBRA-FRASCO: - VOCÊ É MAIS QUE FANTÁSTICO! PURO ÁTOMO ÁTICO!

ABRAÇO, FELIZPE!

Anônimo disse...

A poesia intensa ... gerada do poeta intenso...

"oh ! expiação dilacerante que atordoa..." (transparente assim, a intensidade do poema)

Heart of peach

formaxima.com disse...

Joe passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, espetacular desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo Rocha

Poetíssima disse...

Muito bom.
Gostei.
Poetíssima#

Francisco disse...

Grande Joe!

Dizer que estou aplaudindo de pé, seria muito exagero, não é? rsrs
Mas vontade não faltou. Teu texto é perfeito, como os demais.
Sobre o tema "Preconceito", além das rimas fantásticas, tenho a dizer que sinto pena de pessoas preconceituosas. "Ou não...!" kkkkkkkkk
Grande abraço!
CISCO

Francisco disse...

ah...ia esquecendo! Acho que gente preconceituosa, se encaixa bem no tema do texto que postei no meu blog. Se quiser dar uma olhada, ficarei feliz.
Outro abraço

Salete Maria disse...

Queremos parabenizar a você pelo blog e convidá-lo a visitar o nosso Cordelirando e ler um cordel sobre a Lei Ficha Limpa.
Neste cordel, Salete Maria nos informa, de maneira clara, porém simples, a respeito deste assunto tão importante, principalmente nos dias de hoje!
Abraço fraterno,
Equipe Cordelirando

mARa disse...

Lembra-me Augusto dos Anjos...

E lembra-me também tua irreverencia, posto que és berro, credo, e tais...

Sempre uma culpa quando temos dentro de nós tantos desejos, as vezes proibidos, as vezes deslavados, as vezes mascarados. Não Sei...
Sei apenas que aqui encontro um misto que me encanta.

Bjo!

José Carlos Brandão disse...

Olá, Joe.
Uma visitinha, nem que seja de vez em quando.
Sabe que eu já escrevi como você, nesses poemas? Depois, envelheci... (brincadeira, embora também verdade).
Um grande abraço.

Zélia Guardiano disse...

Demais, Joe!
Um verdadeiro show!!!
Adorei os seus versos...
grande abraço

Related Posts with Thumbnails