Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

A Vela

video

A velha vela de cera
não é de todo largo costume
será tão velha a vela, quanto se queira ?
somente quando ao seu lume...

A velha vela se encerra
queimando-se de lá do cume
alguém que a vela, à terra
somente quanto ao seu lume...

A velha vela de cera
será tão velha a vela ?
quem vela a própria vela
como de costume,
somente quando ao seu lume...

A velha vela de cera...

2 comentários:

Jucapi disse...

Joe, esta poesia é muito linda! Curioso, parace que nos dias de hoje as pessoas não lêem mais poesia né?
beijo
Jucapi

Anônimo disse...

Amo este poema/música!
Ouço sempre que posso.
O piano... transformou-me, ao ouvir e sentir o calor da vela ardente!

Related Posts with Thumbnails