Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Poesia romântica (ou o amor e a cozinha...)



O que me recitas, oh !, evocativa amada ?
não careço mais de teus singelos versos
entrementes , talvez, teus ex -beijos incertos
que traziam em lábios, o calor, de tão perto
o "blend" em azafamas de açúcar e sal
de um sabor inexato , um tanto paradoxal
de uma bela nesga de queijo com goiabada !

oh ! minha doce, muito doce amada
eu que já estive em teus suaves abraços
nos tocamos entre lampejos e laços
escorregadelas ,mordidas e olhares devassos
agora me fazes desdém, e à galhofa
mais há de me convir, arroz com farofa
à guarnição de uma suculenta feijoada !

Há quanto, já antigos orgasmos não trocados
aqueles que espargiam essência de jasmim
noites em claro, entre dias inteiros passados
luas acesas ao dia, e à noite, sóis melados
hoje o que sobra são pratos enfadonhos
de gestos raquíticos entre atritos bisonhos
muito mais me interessa, comer à travessa
doce de ameixas pretas com pudim !

4 comentários:

Ilia Noronha disse...

Adorei!! Além de maravilhoso é muito gostoso e me abriu o apetite. Beijos Mestre.

Kiro Menezes disse...

Eita menino! Um banquete ao amor ♥

Um beijo carinhoso!!!!

MIRZE disse...

Joe!

Aqui encontrei duas fomes. A primeira não pude saciar> um prato desses é de matar a 1ª fome do mundo.

A 2ª uma ode evocativa à amada, onde a saudade é notória.

"luas acesas ao dia e à noite sóis melados." A metáfora aqui primou pela beleza!

Parabéns!

Beijos

Mirze

Rô disse...

...comer à travessa
doce de ameixas pretas com pudim !

... lambuzar-se de doce de ameixas pretas com pudim !

... lamber a travessa !!!

Related Posts with Thumbnails