Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

sábado, 26 de junho de 2010

doces preliminares...


Não me venhas com toques leves, sutis
os quase me aborrecem...
Pega firme minha carne, que é hirta
e que sempre te quis

Quero artérias, colágenos que aquecem
enfartam e adormecem...
Peles coladas com Super-bonder
Lúbricas fábricas de limbo espesso
jactâncias elétricas e arremesso
redundâncias esféricas e cunho teso

Não te atenhas com antigas valsas
os três por quatro me amofinam...
sua em bicas sobre minha boca
apalpa-me às cegas, como louca
dança rumba, merengue, salsas...

Não te atrevas a pronunciar sussurros
os óbvios me ensurdecem...
quero teus gritos que fenecem
léxicos libido que escarnecem
beija-me com força de murros

Não me venhas com firúla...
quero a tua pior lascívia
seja minha algoz mais primitiva
nada quero teu, de casta e pura...

20 comentários:

Anônimo disse...

"Quero artérias, colágenos que aquecem
enfartam e adormecem...
Peles coladas com Super-bonder
Lúbricas fábricas de limbo espesso
jactâncias elétricas e arremesso
redundâncias esféricas e cunho teso..."
O poema inteiro já diz o que penso e quero, explicitamente, ardorosamente, incandescente!

Anônimo disse...

...incandescentemente, indecentemente!

LiLa BoNi disse...

Doces...preliminares...
Beijos...

Analuz disse...

Doces e intensas preliminares...

Abraço!

Fouad Talal disse...

Vai gostar da Putas Resolutas.

Um abraço!

mARa disse...

Uauu!!!!

Excitante e Explícito Desejo! deliciosamente Bom!

Beijo!

Andradarte disse...

Que amor intenso....viril...gostoso.
Abraço

Lara Amaral disse...

Ardentes preliminares!

Muito bom, Joe.

Abraço!

Sonia disse...

Olá, passando para lhe desejar uma boa semana.
Abraços.

Joe_Brazuca disse...

Muito Obrigado a todas as estimadas visitas e opiniões !

um cordial abraço a todos !

Joe

Anônimo disse...

Olá Joe.
Gostei muito da sua entrevista, e dos versos lidos aqui. Saudades e beijos. Boa semana.
Regina Lyra

R.K disse...

Pelo que li até agora, tenho que respirar... porque tudo aqui têm uma intensidade tamanha!
Um beijo, vou ler o restante aos poucos, virei visitar-te sempre, poeta musical!
bjs
Quel Kizirian
www.bagunca-bem-feita.blogspot.com

« Katyuscia Carvalho » disse...

Faço escala aqui depois de pousar no Novaes...
Ouvi ecos de um maestro que acima de tudo, tem "letras" para dizer, com refrão no "humano".
...

E encontro carne dentro dos teus poemas de essência-terra.

Maravilhoso!

Aprecio a palavra que toca o cerne.

Meu abraço.
.
.
.
Katyuscia

Doroni Hilgenberg disse...

Joe,
Legal o poema

O amor em sua plenitude não tem frescuras.

quando puder passa por aqui e leia minha entrevista
ficarei feliz
http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com/
bjs

Adriana Godoy disse...

Ei, Brazuca...mui calliente. Bom de ler, de querer, de sentir. beijo.

Carmem disse...

«os quase me aborrecem...»

Neste foste firme e directo!
Ora bem, que assim seja para socorrer a impaciência do momento!

É a lascívia da paixão desenfreada, destemida, desavergonhada...
É a sensualidade à flor da pele.
Lindíssimo, este poema.
Abço

Valdecy Alves disse...

Olá!

Leia artigo sobre a importância do patrimônio histórico material e ainda concorra a R$ 1.000,00 em prêmios. Acessar em: www.valdecyalves.blogspot.com

(DORAVANTE SÓ CONTINUAREI SEGUINDO BLOGS QUE ME SEGUIREM. IMPOSSÍVEL FORMAR REDE SÓ QUANDO UM LADO SEGUE - PRECISAMOS SOMAR - RECIPROCIDADE)

Daniela Delias disse...

"Quero artérias, colágenos que aquecem...". Uau, que poema maravilhoso!!! Que bom ter te encontrado! Beijão!

Cássia disse...

Quanta intensidade de sentimentos e desejos!

Belíssimo!

valdeci disse...

É isso aí....palavras e sons, só os artistas são capazes...parabéns!

Related Posts with Thumbnails