Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

domingo, 11 de abril de 2010

exofônico


acabou minha poesia
foram-se todas as rimas
era somente triste mania
estado de torpor e anestesia...

foi-se embora a poética
toda verve e alquimia
nem tão pouco, a dialética,
sobrou-me estéril apatia...

findou-se então, a alegria
virou sombra, devastação
todo canto, ora afonia
sem verbo, só dispersão...

acabou minha poesia
foram-se todas a rimas
era tudo parca alegoria
cheia de poeira e cismas...

20 comentários:

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

A alegria num homem nunca se finda por nada, apenas fica quieta esperando um novo dia...e lá vem a poesia nesse dia, tão logo alegria!

IVANCEZAR disse...

A Cíntia "matou a pau" ... assino embaixo de seu comentário ( com autorização dela )KKKKKKK

A poesia concede férias a seu criador, mas não dá aviso prévio ...

Nilza disse...

Ihhh! isso acontece com tanta frequencia que já nem dou mais importãncia, a impressão que se tem é que a fonte "secou", mas passa, como tudo sempre passará, e logo nos brindará(como faz agora) com sua iluminada inspiração.
Um beijo.

Cris disse...

Ei Joe !
Apenas espere o amanhecer. Apenas aguarde um pouqinho porque todas as rimas foram apenas até ali, ao som do vento, mas elas são suas e voltarão no seu sono e nos seus sonhos. Apenas espere amanhecer!
A poeira é apenas o cansaço de suas mãos fazendo rimas....rs

Um beijo e uma semana linda pra vc !

Mari Amorim disse...

Joe,
Excelente semana pra você,fico feliz quando venho aqui e leio seus posts tão inteligentes.Quando puder está convidado para um café,no blog.
Boas energias!
Mari

Buh: disse...

Concordo com a Cris.
Nada como um dia após o outro.
Fica bem, beijo.
Boa semana.

LiLa BoNi disse...

Espere apenas mais um minuto...
Lá vem muita inspiração...
Mil beijos !!!!!

Joe_Brazuca disse...

CINTIA...e nesse dia estaremos, nós os poetas, todos juntos ! bj

IVAN CESAR...isso !...sem aviso prévio !...abraço

NILZA...iluminatus sun, ex nunc !...um beijo

CRIS...então deixa eu sonhar e esperar o amanhecer !...um beijo

MARI AMORIM...adoro sempre quando voce vem !...lá estarei pro sue café !...um beijo

BUH...e eles, os dias, sempre virão, não é mesmo ?...um beijo

LILA...estou olhando o relógio...rs..chegou !...1001 beijos !

Jairo de Salinas disse...

Tese, antítese e síntese! Só? Que nada meu rei. Outra tese...sempre!!!

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

http://www.youtube.com/watch?v=7ESHjYat9rk

Aí vem poesia...

Andradarte disse...

É um mundo que gosto mas não
domino...poesia
Abraço

Joe_Brazuca disse...

JAIRO...de tese em tese, a gente vai se esvaindo, né ?...rsrs...abraço em do maior !

CINTIA....lindo !...bj

ANDRADARTE...mas elas são feitas pra quem gosta mesmo !...rs...grande abraço, amigo !...grato

Cláudia Campello disse...

Sei como é isso, Joe!
é foooooooooodaaaaaaaa,
mas tem depois... depois ela volta feito uma sensaçao orgastica. rsrs

delicia o amor... a poesia.
a sua poesia!

adorei.
bjssssssss

Almirante Águia disse...

Acabou?
E agora?
O Joe será finalmente, uma pessoa normal?

Thiers R > disse...

Da cinza nasce a poesia, sem rima, sem alegoria. Da cisma cria-se o poeta sempre atormentado...rs

Entrego-me nesta poeira relax
Ah...mei!

Joe_Brazuca disse...

CLAUDIA...gostei da sensação orgástica !...que venha então, né não ?...rsrs...beijo, poetisa !

ALMIRANTE...essa foi ótima !...rsrs...mas me diz ai : de perto, quem é normal ?....kkk
abraço, amigo !

THIERS...vc some, mas quando aparece, ninguem mais esquece !...grande poeta ! (atormentados somos todos, né ?...rsrs)...abraço, poeta !

Cláudia Campello disse...

Uau!!! lindo demais!
Demais de bom te ler, Joe.

bjssssss;

Marluce Freire disse...

A palavra nos socorre, dá sossego à alma que num momento sente, pensa, suspeita que a palavra falha, que a palavra cala a nossa agonia poética!

Belo poema!

Marcelo Novaes disse...

Joe,




É mesmo, eeeeeeeeehhhh?!



Huuummmm...






Abraços.

Ianê Mello disse...

Sério que acabou?

E o que escreveu aqui, o que é?
Pura poesia, amigo.

Nunca acabrá, você é poeta.

Grande beijo, com minha admiração.

Related Posts with Thumbnails