Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

terça-feira, 10 de maio de 2011

para verbis ad verbium



eu iludo
tu foges
ele esconde
nós enganamos
vós alienais
eles sucumbem

6 comentários:

MIRZE disse...

JOE!

Essa está difícil!

Fiquei imaginando em que momento isso acontece. Porque é normal que aconteça. Vou prestar atenção e tentar perceber quando me escondo, me alieno etc...

Fantástico!

Beijos

Mirze

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Joe!

..é o jogo do gato e rato, brilhantemente colocado!

Um beijo!

Sonia Regina

Curiosa disse...

haha! ótimo escrito!
adorei tua forma de escrever, Joe ...
abraços ...

Um brasileiro disse...

ola. tudo blz? estive aqui dando uma olhada. muito interessante. gostei. apareça por la. abraços.

Joe_Brazuca disse...

Obrigado minhas caras, meus caros !

abraços a todos !

Gavine Rubro disse...

Original e voraz.
Que interessante,

Longa vida à poesia.
Cá voltarei,

Abraço

Gavine Rubro
www.celularubra.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails