Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

sexta-feira, 20 de março de 2009

Oração aos Excluídos, Marginalizados e que tais...(ou Ode à Mikhail Bakunin)


Senhor !

Livra-me destes tempos modernos
de gravatas e ternos
de caixas de bancos, tormentos eternos
de boletos, carnês,
esqueletos, “silviosantos”, tvs
do consumo mortal, que vem dos infernos !
seja bacana
mande-me um cacho de bananas...

Livra-me dos super-mercados,
dos departamentos infestados
das contas a pagar
e nada a declarar
dos sapatos apertados
seja bacana, me mande uma
sandália havaiana...

Não me importam automóveis
nem sequer coletar imóveis
cheios de salas, banheiros e seu móveis
quartos anestésicos , com pijama
seja bacana,
me deixe escolher uma cabana...

Exclua-me das listas de impostos
emolumentos diversos
enquadramentos perversos
taxas e ditames indigestos
entrelinhas e subversos
generais, ditadores submersos
seja bacana
me deite à cama, e me leve à fama...

Me isente dos líderes ordinários
junta-me aos ouvintes ausentes e solitários
bradai, uni-vos, aos todos, e proletários
Inspirai-me aos consuetudinários
afoga-lhe os paradigmas salafrários
seja bacana
deixa eu acender uma bagana...

Aderi-me aos irmãos anarquistas
faça-me, de mim, um maquinista
cancele-me da tirania d’um analista
d’um traiçoeiro e sarcástico dentista
quero somente ser um pianista,
menos calculista e mais intimista
seja bacana
me dê uma cigana...

Ceifa-me à cabeça, dos inescrupulosos
açoite-me se aderir aos caluniadores
expulsa-me dos ardis de mentirosos
execra-me dos dogmas dos vendedores
medíocres de governos opressores
não seja sacana
me tire ou me atire de vez, nessa lama !

20 comentários:

Cris Animal disse...

Joe, eu chorei!
E não me venha dizer que mulheres são manteigas derretidas, pq sou difícil de chorar, mas eu chorei.
Chorei por esse monstro que vive ao nosso lado e que vamos tapando, virando a cara, fingindo que não existe, que não é parte da minha parte.
Chorei por essa gente que tem como último grito a opção da lama. Que o quase nada que suplicam pode ser o tudo para continuarem vivos. Que clamam todas essas coisas que vc foi porta voz e que morrem sem a chance de ao menos serem ouvidos.Chorei porque o sonho desse povo que sou eu, que é o meu povo, é sempre o lixo que desprezo.
Chorei porque seu poema é um grito. talvez, o último grito antes da lama.
Joe, apenas chorei!
beijo
...............Cris Animal

Nydia Bonetti - disse...

Amém, Joe.
Um grito, uma oração, um poema...
beijo.

Thiers R > disse...

>>>
Fantástico Joe, esse teu jeito de dizer esculachando, de escrever sem remorso, de cuspir nas culpas. Esta tua maneira de ser gênio e marginal, é ‘tocante’; entendo o choro da mina...
Vc consegue expressar aquilo q vai no cuore sem meias palavras. Vc escarra com cuspe grosso.

‘...Livra-me
de gravatas e ternos
de
esqueletos, “silviosantos”, tvs
que vem dos infernos !...’

‘...seja bacana, me mande uma
sandália havaiana.....’

Amei te ler, vc sumiu do hospício e eu tbém...rsrs.
Te abs forte
Thiers

>>>

J. Araújo disse...

O poema é muito emotivo, na verdade, vc foi o instrumento para exprimir o grito daqueles que muitas vezes já perderam as forças para gritar; Socooooooooorro!! estamos aqui! Queremos apenas viver!

Sim, meu amigo Joe, coloque sua sensibilidade em defesa dos menos favorecidos.
Prabéns e um final de semana podutivo.
Que Deus o abençoe sempre.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Joe!Obrigada por seguir o meu blog!

Maravilha o seu estilo de dizer tudo que a gente traz engasgado e náo sabe como expressar!!!

Gostei e voltarei muitas vezes!

Beijo!Sonia Regina.

GRAÇA GRAÚNA disse...

...livrai-me dos insensatos, dos insensíveis, dos chatos incorrigíveis, de todos que maltratam uma multidão de excluídos. Meu querido Joe, há tanta coisa pra dizer, mas diante desta maravilha que é teu poema (Oração dos excluídos), prefiro agora só meditar.Você é mesmo grande, enorme, gigante na arte de versejar. Beleza, meu amigo, beleza!. Bjos e paz em Ñanderu, Grauninha

Sérgio Luyz Rocha disse...

Salve, salve, Joe um brasileiro!!!

...convite feito, convite aceito...aliás, faz tempo que pretendia vir conhecer-lhe as letras...pronto...conheci e quer saber..gostei prá caralho!

Você dá porrada prá tudo quanto é lado com elegância (um lutador técnico e talentoso)...passa longe da panfletagem, é vigoroso, real, sentimental (sem pieguice!)...

...e tem mais...VIVA BAKUNIN! que já dizia que ao poder resta manter-se (como não temos juízo, não obedecemos!)...

Te aguardo lá na minha "trama"...

ABRAÇÂO!!!!!!!!

samuca santos disse...

pô, já disseram tudo!...
merecido tapa na cara "dessa gente careta e covarde/vamos cantar o blues da piedade..."
abçs, joe.
você é. grande

victorvapf disse...

e dos controles que ficam debaixo do travesseiro! Belo trabalho
Big Joe

Adauto Suannes disse...

Livra-me, Senhor,
da mediocridade,
que não tem idade,
que é tão mesquinha,
claro que falo da minha,
mísero pecador,
nisso eu sou doutor,
ninguém adivinha,
mas isso é verdade.
Livra-me, Senhor!

Alexandra disse...

Obrigada pela visita, Joe!

E obrigada pelos seus textos, reveladores de uma alma atenta e sensível. Gostei muito!

Beijo.

Rabiscos da alma disse...

Magnífico Joe, me senti uma excluída, rs e rezei com fé, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Beijão

Compulsão Diária disse...

Hey, Joe!
Genial oração. Cada um de nós, mais ou menos, é marginalizado. Sei que a oração é por aqueles mais ..mas, sinto-me uma das quetais;))
Me atire ou me tire de vez da lama é uma bleleza de final.

(...) se Deus existisse, só haveria para ele um único meio de servir à liberdade humana: seria o de cessar de existir. Bakunin

IVANCEZAR disse...

Amém - mil vezes amém !!!!!!!!!!!

JOE - estou desvendando o mundo dos BLOGS ,aos poucos, qual homem de neandertal ...
Carinha - Há alguns anos quando lia Dukács e Itsvan Mètzarós ,imaginava que esses pensadores mais à esquerda poderiam estar exagerando,sobretudo quando falavam em crise METABÓLICA do capitalismo . CARA, depois que vi o povo americano PROTESTANDO NA RUA CONTRA O SISTEMA.... já não sei mais nada ....

Agora, o Leonardo Boff está certo quando diz que esta crise é muito maior do que o DINHEIRO que está por trás dela ....

Y que venda el toro !!!!!!!!

BAR DO BARDO disse...

me senti em uma trincheira tropical...

celina vasques disse...

Sabe Joe, durante o tempo que estivemos juntos no Over, aprendi a te respeitar, como cidadão, como escritor, como poeta, como alma generosa, pela tua dignidade, por teu talento, e por tuas inumeras qualidades que só quem convive contigo mesmo que seja virtualmente pode perceber!
Quero dizer-te que este teu artigo é mais de uma de tuas maravilhosas obras! E eu curvo-me diante de tua sensibilidade . Parabéns, fantástico!!!
meus aplausos

Cristiane Pingarilho disse...

Livrai-nos dos caretas
Dos hipócritas
Das ilusões,
Queremos continuar sendo diferentes,
Descrentes
Alternativos...
Morar numa Eco Vila
Depois de aposentados
Comer sem Agrotóxico
Longe do barulho dos carros
Cercados só dos amigos...

Amém!!!

Beijos,Joe
Saudades

Jota disse...

Eae Joe, na pazzz??
Magnífico como sempre, meu irmão! Parabéns!!

Abração procê!

Bruna Suelen disse...

eu tbm quero um cacho de bananas!!!!
teu blog é maneiro,tua poesia é real, é vida, e [contra] vida.
estarie por aqui agora, tentarei publicar um pouco mais da minha vã filosofia no over. há abraços, da nova amiga do pará.

meu email : blovynha@gmail.com

Adriana disse...

Bela oração, contundente, sábias e tão reais palavras.

Related Posts with Thumbnails