Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

domingo, 27 de maio de 2018

O som (Fiat Lux)

Quando tu partires,
sobrarão  teus sons, em minha memória.
Ficará o som do teu nome, em minha história.
Soarão introjetados, os cantos mais íntimos.
No tempo, o mesmo de Deus, que criou com o som do verbo,
delinearás o meu som, no teu acervo.
Tocará no sino do nosso passado, o que nos dissemos,
o que nos fizemos, o quanto nos pertencemos.
Cativos às sinfonias  por nós, tocadas e ouvidas
em nossas alcovas,
permanecerão soando até o infinito,
de um sonho etéreo, tão bonito,
incólumes às todas provas.
Quando acabarmos, ficará o tom de bons dias vividos,
a nossa música criada por indelével direito adquirido,
de eras sonoras, de um tempo jamais preterido.
["Fiat Lux.". E com o som, fez-se toda luz.]





Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails