Sou o que sou

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Sou terra, por ter razões. Sou berro, se aberrações. Sou medo, porque me dou. Sou credo, se acreditou

sábado, 18 de julho de 2015

Inocência Original




Ei, Jesus!

Não sei bem quem é você. Também nunca vi você, assim, de pertinho...Só me contaram que você é muito bom com todos, e que também, assim como eu sou, já foi pequenininho...
Também me ensinaram que a sua mamãe Maria, aquela que enxugou seu pranto, cobre todos aqui de baixo, com seu lindo manto...

 Me explicaram uma coisa que me deixou meio confuso, que você é filho do papai do céu, mas também é ele mesmo e mais um outro, um terceiro, o tal de “Espírito Santo, amém”.
Me ensinaram que se eu ajoelhar neste lindo e enfeitado altar, e lhe fizer uma oração, você sempre estará me protegendo de todo mal, aqui bem dentro do meu coração...
Dizem que o mais importante é a fé que a gente tem em você, no que você ensinou pra gente, e isso vai fazer com que eu seja diferente...
Eu não conheço você, amigo Jesus, só me contaram que te judiaram muito e te pregaram numa dolorida cruz e também que você é quem nos conduz. Me fizeram acreditar que um dia a gente foi muito mau, e que você veio até aqui só pra morrer por nós, para nos salvar.
Mas, Jesus...será mesmo que adiantou, querido Jesus?...Eu passeio pela rua, vejo tanto sofrimento, muita gente tão triste, sem mamãe nem papai, todo mundo correndo da dor, sem saber pra onde vai...Vejo tantas crianças como eu, fora de suas casas, tentando a vida bandida, batendo tão cedinho, suas pequenas asas, tão magrinhas, tão sujas, tão abandonadas, que nem lágrimas já conseguem ter mais...Eu não sei se valeu a pena, meu querido Jesus.
Olha, amigo Jesus...disseram que você chama as crianças pra perto de você, porque você gosta delas...Então Jesus, posso te fazer um pedido?...Faz com que todos aqui em baixo virem crianças de novo, assim como pintinhos dentro de um ovo, pra que você cuide de nós, e nunca nos abandone, não nos deixe ficar sós...
Agora faço uma coisa que me ensinaram também, não sei bem o que é, mas eu gosto de fazer : é espalhar uma cruz pelo rosto, que dizem que é do seu gosto, e dizer “em nome do Pai, do Filho e do Espírito santo, Amem”...Quem sabe assim, querido Jesus, a gente te espera e você vem...

(este texto / poema foi feito inspirado na foto de Leny Fontenelle, que acompanha a publicação)

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails